+ 55 (11) 98706.1108    contato@gpontes.com

GPontes - Ligando você ao sucesso!

O desapego como sinônimo de felicidade!

Mais uma vez trago o tema “felicidade” para que possamos continuar as nossas reflexões a respeito.

Como já disse, em outras oportunidades, é incrível o desconforto e o desencontro em que as pessoas se deparam nos dias atuais quando convivem com menos sorrisos, menos convivência humana, mais reclamações, menos olhos nos olhos (aliás, a virtualidade nos tomou uns dos outros), menos tempo para buscar e mais tempo para se preocupar e por aí vai.

Esse é o nosso dia-a-dia.

O pior é que estamos nos acostumando com a propriedade que não tem mais jeito, pois, para muitos isto é modernização dos tempos!

Puxa, como continuo a preferir não me modernizar e graças a Deus, como tenho encontrado pessoas que também não querem.

Quero convidá-los, meu leitor e minha leitora, a ajudar “aos modernos” a viverem de uma nova forma. Um jeito fácil de encontrar, de vez em quando, a sombra que se encontra nessa estrada da vida a que damos o nome de FELICIDADE.

Sabe qual é essa forma? O desapego!

Analisem comigo: felicidade é uma reação e não uma ação. Disto não podemos ter dúvidas. Para entender isto basta você fazer alguém feliz que, de alguma forma, essa felicidade volta para você.

Bem, diante desta indubitável afirmação, que tal nos desapegar de algumas coisas e situações?

Dia destes, sentado entre o público que assistia a uma palestra, que antecedia a minha, houve um sorteio de um livro e o sortudo estava sentado bem de meu lado.

Levantando assustado e me dizendo que aquilo era a primeira vez que ocorria com ele (ser sorteado com algo), foi até o palco, recebeu o seu prêmio, tirou a famosa fotografia de registro e retornou ao seu lugar.

Aquele dito prêmio dizia respeito a um livro de “Direito”. Ele me disse que também era advogado.

Notei que, pela minha visão lateral, aquele jovem abrindo o livro e escrevendo algo breve em suas primeiras páginas. Após, levantou-se foi até um amigo que sentava logo a sua frente (duas ou três filas) e entregou-o aquele prêmio o qual não se tratava apenas de um mero livro, mas de algo que o fez sentir pela primeira vez o valor e o gosto de ser sorteado na vida.

Ao fim de outro sorteio que ocorreu logo depois, aquele amigo se dirigiu até ele e disse-lhe: “este foi o maior gesto que conheci de um ser humano, você não imagina o quanto este livro será importante em meus estudos. Obrigado do fundo de meu coração – e abriu um enorme sorriso emocionado”.

Vendo aquilo, retruquei: puxa, que sensação bacana a alegria e o reconhecimento de seu amigo!

Então, ele falou-me: apesar de ter sido o primeiro sorteio que fui contemplado na vida, ao ver o meu amigo lembrei que ele tem estudado muito e, como não mais estudo o “Direito” como ele o faz, resolvi lhe dar o livro que recebi, pois tenho certeza que lhe será muito mais útil!

Como um sopro, notei que a situação ali vivida me dava à inspiração deste artigo: O DESAPEGO COMO SINÔNIMO DE FELICIDADE.

Com isto, que tal nos desapegar um pouco de nossas atribulações e darmos atenção ou um sorriso a alguém? Que tal pararmos o que estamos fazendo agora e telefonar para alguém com palavras que se gostaria de ouvir? Que tal irmos ao nosso guarda-roupa e presentear alguém com aquelas peças que serão muito mais úteis que a nós? Que tal hoje darmos flores a quem amamos? Que tal fazermos uma feira básica e simples e entregarmos a alguém no meio da rua que não estava esperando e precisava demais desse presente? Que tal darmos a nossa vez na fila a quem estava aflito com a hora? Que tal levarmos um lanche para nossos colegas de trabalho? Que tal você se surpreender fazendo uma surpresa a alguém?

Que tal pensarmos em algo que possa produzir felicidade em alguém e sentirmos no agradecimento desse alguém (às vezes espantado) o quanto a felicidade está perto de nós? Isto é desapego.

Desapegue-se das coisas da vida e valorize as coisas do coração e constatarás o quanto a vida vai ficar mais leve e fácil de vivê-la!

Pense nisso e até a próxima.